> CASAPONTOCOME: Nozes nº 5

domingo, 17 de junho de 2012

Nozes nº 5




Eu: Acho que os humanos procuram sinais de perigo, mais nas expressões faciais uns dos outros, do que propriamente nas situações…
Por exemplo, eu faço muito isso nos aviões! Vou sempre atenta às caras das hospedeiras: se elas parecerem calmas, não tenho tanto medo, deve estar tudo bem.

Ele: Mas tens que ver que esse pessoal é treinado para manter uma expressão normal em todas as situações…

Eu: (já a rir) ‘Tá bem, ‘tá! Quando estiveres num avião a cair, olha bem para as caras deles e lembra-te dessas palavras!  

4 comentários:

  1. também acho que por muito treinados que estejam, se souberem que o avião não está bem duvido que mantenham a pose o tempo todo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uso sempre a técnica: alterno uma olhadela pela janela (em busca de fumo, ou algo suspeito) com a procura de caras de pânico na tripulação. Digamos que as minhas viagens de avião não são muito relaxantes... ;)

      Eliminar
  2. e as minhas são de desesperar. eu adoro e vou feliz e contente, o marido é que é o cabo dos trabalhos e ao fim de cinco minutos sentado no banco já me está a fazer sentir culpada por estar no avião. digamos que tem a modos que um bocadito de claustrofobia, nada de especial tirando que só não começa a hiperventilar porque nunca calhou. é ver o desgraçado a ler a mesma página do livro vinte vezes porque nao se consegue concentrar, é vê-lo apertar-me a mão de cada vez que mandam apertar os cintos, é vê-lo desesperar quando apanhamos um cisquinho de turbulência... viagens, viagens, a quanto obrigam. no verão passado apanhámos quatro aviões por causa das escalas, mal o avião levantou só me disse "não sei como me convenceste, mas isto não tem piada nenhuma e para além deste ainda faltam mais três voos!" ihihih!

    ResponderEliminar
  3. Hehe, pobre marido de Radiante! Tem que ser: eu também não gosto lá muito, mas ultimamente já me tenho auto-controlado melhor. Dantes evitava olhar pela janela, mas deixei-me disso pelo seguinte: então num certo voo, ia praticamente de olhos fechados à espera da descolagem. A ouvir aquele barulho todo a aumentar de intensidade, a aumentar... o avião a avançar, a abanar... passado o que me pareceram longos minutos decidi espreitar pela janela, só para ver se já estávamos acima das nuvens, ou assim. O avião ainda estava a andar EM TERRA, devia estar a encaminhar-se para a pista. ;) Agora quero ver tudo muito bem!

    ResponderEliminar