> CASAPONTOCOME

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Visitar... Amarante

Amarante foi quase sempre, para mim, um ponto de paragem a caminho de (ou para) Vila Real. É uma cidade bonita, ideal para um passeio com vista sobre o rio Tâmega. As ruas antigas estão cheias de lojinhas modernas e bem decoradas que são um regalo para os meus olhos, que adoram coisas bonitas e bem cuidadas.
Quase sem querer, na nossa mais recente visita, fizemos um roteiro surpreendentemente delicioso por ruas e petiscos de Amarante: começámos por tirar umas fotografias sobre o rio, com o lindíssimo Mosteiro de São Gonçalo ao fundo. 

Depois, percorremos uma rua cheia de boas surpresas e chegámos à Taberna Don Rodrigo, onde já tínhamos estado uma vez. A memória de umas sandes de presunto e a proximidade da hora de almoço, fizeram-nos entrar. Pedimos duas sandes de presunto, um pouco de salpicão e vinho verde branco. As melhores sandes de presunto que me lembro de ter comido! Estava tudo perfeito. O pão: fresquíssimo e estaladiço. O presunto: delicioso, em lâminas quase transparentes e quantidade generosa, com aquela gordurinha que se derrete na boca. O vinho: fresco e muito leve.

Taberna Don Rodrigo

Taberna Don Rodrigo
Depois, caminhámos até à Confeitaria da Ponte onde (a custo) escolhemos duas delícias locais para acompanhar os cafés. Tomei o meu sem açúcar... estranhamente não me custou! J

Confeitaria da Ponte
 

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Receita de almôndegas em 3 tempos

Esta receita pode ser feita em duas versões: esta, que é ultrarrápida (faz-se em 15 minutos), e a versão mais demorada, usando tomate fresco, que demora um pouco mais. Ambas são deliciosas.

Ingredientes (2 pessoas)
- 200 g Almôndegas (ao gosto de cada um: podem ser de novilho, de porco, mistas… Convém serem pequenas, para cozinharem rapidamente);
- 2 Dentes de alho;
- 1 Lata de tomate pelado em pedaços (200 g);
- Salsa ou coentros picados;
- Azeite, açúcar, sal e pimenta a gosto.

Preparação
Sirvo sempre com massa. Para demorar só 15 minutos a ter o jantar na mesa, optimizo o tempo e começo por pôr a ferver a água para cozer a massa. Enquanto isso, pico o alho. Ponho então a massa a cozer e só aí me dedico às almôndegas.
Num tacho largo ou numa sertã, coloco um fio de azeite e o alho picado, em lume forte. Mal começa a fritar, coloco as almôndegas, para irem ganhando cor a toda a volta. Quando estiverem seladas em toda a superfície, retiro-as para um prato e reservo. 
No mesmo recipiente e sem desligar o fogão, coloco o tomate e mexo, para aproveitar os sucos da carne e do alho. Logo que levante fervura, reduzo o lume e adiciono uma pitada de açúcar (para atenuar a acidez do tomate), sal e pimenta. Deixo cozinhar por 5 minutos ou menos e junto as almôndegas e o suco que foram libertando. Adiciono também os coentros (ou salsa) picados. Deixo cozinhar em lume fraco, até que a massa esteja pronta. E já está!

Sirvo sobre a massa e polvilho com um pouco de queijo ralado.
Antes do queijo... 

Depois do queijo.