> CASAPONTOCOME: Janeiro 2014

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Bom Inverno

Por vezes é preciso listar, escrever, visualizar as coisas boas, para nos lembrarmos que também estão lá. É Inverno. Facto. Há dias e dias que chove sem parar. Ora muito, ora menos, mas chove. Facto. Mas o Inverno também tem coisas boas.
Chá de gengibre com canela: recentemente descoberto, aquece por dentro e por fora.
Esta sopa de tomate, à alentejana: que me transporta sempre aos sabores e cheiros da minha infância.
Este bolo de especiarias com gengibre: que tem a vantagem adicional de pôr a casa toda a cheirar a Domingo.
E mantas e sestas no sofá, uma chávena de chocolate quente ou duas chávenas de chá.
Acordar com o som da chuva a bater nas telhas, quando não se tem que sair da cama.
Banhos quentes demorados, com nuvens densas de vapor.

E é isto: até o Inverno pode ter um lado bom. Ou vários. 

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Sol e calor


Este fim-de-semana, o último do Verão de 2013, tem alimentado as minhas memórias do bom tempo e do calor.

Neste longo Inverno, tenho dado por mim a babar a olhar para a TV, sempre que vejo imagens de filmes ou publicidade, com sol, praia e roupas leves… Ai, que saudades do quentinho! 

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Apanhados!

E ando assim, ansiosa por regressar à música, no fim de cada dia. Oh vício bom!
Ontem andei com esta aqui, do João-lenda, na cabeça, todo o dia, em modo repeat. Quando regressei ao conforto do roupão e do sofá, fui ao youtube procurar o vídeo e deparo-me com isto! Tive de chamar o Homem da casa: “Olha! Este tipo ocupou a casa dos nossos sonhos!”

Já não se pode confiar em ninguém…

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Respiro música

Há músicas assim.
Parece que não têm idade.
Parece que fazem parar o tempo.
Parece que relaxam cada músculo do corpo.
Parece que esvaziam a mente de tudo o resto que não elas.
Encosto a cabeça, fecho os olhos e respiro devagar… respiro música.




segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Horas de sol

Aproveitando as raras horas de sol, o Homem da casa lá foi pôr o seu hobbie em prática: assustar os patos da cidade. 
Antes que ele cá venha espreitar e reclame de eu não descrever esta sua actividade (quase vício, vá…) com rigor, trata-se de um quadcopter (espécie de helicóptero telecomandado, com 4 hélices) equipado com uma câmara para filmagens e fotografias aéreas, uma animação! Acho que os patos também acharam… 





quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Canja dourada

Hoje foi dia da casa e da respectiva dona. As folgas a meio da semana também sabem bem e são para aproveitar comigo mesma, porque o Homem-da-casa tem daqueles empregos normais, em que se folga aos fins-de-semana. 
Foi dia de cortar cabelo, de arrumar e organizar e de comprar ervas aromáticas em vaso, que já estão a colorir a minha cozinha e a perfumar tudo: cheira a menta e a manjericão.
Mais logo, vai haver canja dourada, para confortar a alma destes dias cinzentos de chuva, em que dá vontade de ter folgas todos os dias, só para ficar a ronronar no sofá.

Ingredientes:
1 boa coxa de frango 
água e sal
massa para sopas
1 ovo batido

Preparação:
Cozer o frango em água com sal. Retirar, adicionar a massa e o frango, depois de desfiado. Logo que a massa esteja cozida, adicionar o ovo batido, mexendo ao mesmo tempo e deixar cozer por mais 5 minutos.


A de hoje sai com uma folha de menta fresca, só porque sim. 

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Felicidade é...


O que vem a ser isto de felicidade? Uma sensação permanente de euforia, ou aquelas pequenas coisas que, em cada dia, nos fazem sentir bem?
Fica uma ideia, ou muitas, num dos sites mais amorosos que descobri recentemente.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Fim da semana


Durante meses, muitos meses, assisti ao mundo trabalhador a queixar-se do trabalho. De acordar cedo, de ter horários, de trabalhar nas segundas-feiras. Nessa altura, o meu tempo era todo meu: as sextas e as segundas eram dias iguais a todos os outros, mas rapidamente me fartei. Comecei a ter saudades destas rotinas e de, também eu, ter direito a lamentar-me, coisa que não se admite a um desempregado.

Entretanto, encontrei o meu lugar no reino laboral, mas aprendi a dar valor a muitas coisas, incluindo às Sextas-feiras. Especialmente quando são portas abertas ao fim-de-semana. E hoje é mesmo sexta-feira para mim. E este fim-de-semana vai ser todo meu nosso, cheio de coisinhas boas e planos de diversão. Antevejo unicamente a certeza… de que vai passar depressa.      

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Dove – purely pampering


Se há coisa que gosto de fazer é tomar banho. Pronto, sei que parece parvo, mas adoro, no Verão ou no Inverno. 
E nestes dias, chegar a casa do frio e ficar debaixo de um chuveiro bem quente é uma daquelas coisas boas desta estação do ano. Antes de me enfiar no conjunto pijama + roupão (extra-fofos e extra-quentes), encontrei uma forma de me mimar só mais um bocadinho: esta loção da Dove. É a que tem o côco na embalagem e cheira tão bem que entro logo em modo relaxamento completo.

Já que temos de passar por ele, que seja um Inverno confortável e cheirosinho!   

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Manter a linha

Porque sei que há muito boa gente que se excedeu, nos últimos dias do ano passado (cof, cof eu não tenho nada a ver com isso, claro…) achei que seria boa ideia partilhar alguns aliados cá da casa, para eliminar alguma gordurinha extra que tenha aparecido entretanto.

Sumos naturais (o pepino e a maçã, verdinho e fresco; a cenoura e a maçã, ao qual se pode adicionar um pouco de sumo de laranja, para vitamina C extra…).
 A boa linhaça dourada, em batidos ou em qualquer iogurte.
A aveia, um pequeno-almoço (ou lanche, ou jantar, ou almoço…) cremoso e delicioso, que até conforta a alma.

Esta água perfumada: todos os dias.

Infalíveis!

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Ano novo

Depois de uns dias de paragem, para recarregar baterias, é o regresso à rotina. Foram umas mini-férias, mas que souberam a mais tempo, de tão cheios que foram estes dias. Entre jantares de Natal, de aniversário, o bom do Natal e da passagem de ano, muitos abraços e mimos, muitos reencontros com pessoas essenciais na minha vida, muitos beijos e muitos risos e sorrisos.

Esta é sempre uma das épocas mais preenchidas do nosso ano e é também, cada vez mais, uma das minhas favoritas. Agora, sabe bem voltar à calma das semanas, num início de ano cheio de promessas e quase a cheirar a tinta, de tão novo que é ainda 2014. Arregaçar as mangas e… fazer um ano bom!   

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

2014

Ele que venha, então, cheio do que tiver para dar!


Um bom ano a todas as visitas da casa, que, de tantos cantos do mundo, cá chegam a este cantinho.