> CASAPONTOCOME: Procissão Ecce Homo, em Braga

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Procissão Ecce Homo, em Braga

Uma das coisas boas de ter tempo, é poder estar mais atenta aos eventos culturais da minha zona e programar visitas e passeios, em vez de ouvir falar das coisas já depois de acontecerem.
Há anos que vejo, na televisão, reportagens sobre a semana santa de Braga e uma certa procissão, que sempre me fascinou: a Procissão do Senhor Ecce Homo, também conhecida pela Procissão do Senhor da cana verde. Normalmente, penso: “mais um ano em que não fomos…”, mas, desta vez, ainda fui a tempo!

A figura mais cativante (pelo menos aos meus olhos ateus) é, sem dúvida, a do farricoco: embrulhados em vestes pretas, com cordas à cintura, descalços e encapuzados, agitam matracas negras, ruidosas, ou transportam fogaréus em chamas e são eles que abrem esta procissão. Há um andor apenas, onde se exibe uma figura de Jesus, empunhando uma cana verde, mas muitas são as cenas bíblicas representadas pelos figurantes e a procissão demora cerca de uma hora a passar, tantos são os participantes.


O que mais me impressionou foi o silêncio sepulcral, que nos parece impossível à partida, quando estão milhares de pessoas a assistir, nas ruas, janelas e varandas. E também os cheiros: os farricocos deixam um cheiro a queimado e a petróleo quando passam e, no final da procissão, o aroma adocicado do incenso enche as ruas. Gostei muito de assistir, estava uma noite morna e deliciosa para andar na rua e mesmo para não-católicos, é uma experiência rica e interessante.  


Sem comentários:

Enviar um comentário

Voltar ao topo da página