> CASAPONTOCOME: Julho 2013

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Tem um minuto?

Agora que estou de volta ao rebuliço dos dias, volto a perceber o nível de stress, nas pessoas à minha volta. Pessoas que se vão deixando engolir pelas pressas, as correrias, os nervos… tudo se move a um ritmo acelerado. 
Mas, na verdade, isso é lá fora. O meu corpo e a minha mente são mesmo meus e EU decido a minha velocidade interior.

E como todos temos UM MINUTO, no meio dos nossos dias atarefados, fica a dica, que pode salvar uma vida… ou pelo menos um dia… ou um minuto.


segunda-feira, 29 de julho de 2013

Fora de casa - Ponte de Lima

Fim-de-semana bom e luminoso, com direito a chuviscos refrescantes.
Passeio pelo verde do Minho: Ponte de Lima continua linda.
Rojões à minhota com arroz de sarrabulho? Obrigatório.
Ruas de pedra fresca, esplanadas e mãos dadas.
A ponte e a frescura do rio.

Eu, tu e o Minho. Perfeito.


sexta-feira, 26 de julho de 2013

Sumo natural de melancia

Como cá em casa somos só dois, sempre tive um problema com as melancias: não comprava, porque eram sempre demasiado grandes só para nós, acabando por se estragar.

Ora, há pouco tempo, a amiga O. falou-me do sumo de melancia que fazia em 3 tempos. E não é que me rendi?
O que é preciso? Melancia e a varinha mágica. Num copo alto colocam-se pedaços de melancia sem casca, tritura-se e pronto! Pode ir mesmo com as pevides, para dar fibra, não se adiciona nem água nem açúcar: a melancia já os tem de sobra.
E sai uma dose de melancia fresca, pronta a beber! 

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Spotify Premium - grátis por 30 dias?

AQUI partilhei a minha experiência com o Spotify no computador, permitindo-me estar a trabalhar, ou simplesmente a vaguear pela net, ouvindo ao mesmo tempo as minhas playlists preferidas, de forma gratuita.
Hoje, venho contar como foi a minha experiência com o Spotify Premium. Quem já conhece esta aplicação, sabe que há alguns anúncios que nos sugerem experimentar o Premium gratuitamente por 30 dias. Um pouco a medo, decidi arriscar: segui todos os passos, que incluem dar os nossos dados para pagamento por Paypal, para o caso de depois querermos manter o serviço, e pronto! Fui de férias com uma playlist, criada por mim, no telemóvel. A aplicação funcionou lindamente, é muito intuitiva e pude ter a minha música preferida sempre comigo, mesmo na praia.
No final do prazo (no meu caso uns dias antes, até) bastou seguir os passos indicados para cancelar o serviço e ainda me permitiram usar o Spotify no telemóvel mesmo até ao fim do 30º dia!

Não paguei nada, levei a minha música comigo e livrei-me da publicidade. Vale a pena experimentar!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Fora de casa - Gerês

Quando viver no Minho ainda não passava de um sonho, passámos muitos dias de férias aqui. Caminha, Ponte de Lima, Ponte da Barca e o Gerês. Aaah, o Gerês. 
Para mim, um dos melhores parques de campismo que conheço em Portugal, fica aqui mesmo. Tem diversas opções de alojamento e um enquadramento perfeito na Natureza, onde se insere.

Como já AQUI referi, mergulhar em todo este verde faz bem à alma. As comidas, as gentes e as paisagens… As cascatas, as albufeiras e estes contrastes de cores e sabores… Tudo isto tem um efeito revigorante, quase instantâneo. O Gerês mantém-se como um dos nossos destinos preferidos para uma escapadela, agora bem mais perto de nós, porque os sonhos concretizam-se facilmente quando acreditarmos neles.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Um novo ciclo

E acabou mais um ciclo. Assim, de um dia para o outro, ou melhor, de uma manhã para uma tarde.  
Meses, muitos meses de sementeira, de dúvidas e incertezas, mas também de muito pensamento positivo, de acreditar que este dia havia de chegar. E chegou, finalmente.
Uma viragem profissional tão brusca, quanto interessante. Um alívio do tamanho do mundo, um peso retirado dos ombros, curvados depois de tanto tempo. Um novo desafio que vou abraçar como todos os outros: com o melhor de mim.

A vida arranja sempre maneira de trazer até nós o que queremos, só temos de perceber o que isso é, lutar, acreditar e ter paciência. Agora parece simples. Agora tudo parece mais simples. 

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Fingers crossed


E hoje vai ser um dia assim. De fazer figas, pedir e acreditar. Com muita força. Todas as coisas controláveis estão controladas, quase ao milímetro. O resto, aquela parte a que se pode chamar sorte, essa está a ser carregadinha de energia e pensamentos positivos, há vários dias.

Porque hoje vai ser um dia bom.     

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Sabonete Ach Brito – Amêndoa

 
Andava à procura de um bom sabonete para limpeza do rosto. Fui à minha bibliografia de quando leccionava coisas cheirosas e giras como a Cosmetologia e a Dermocosmética, fui aos sites das marcas em que mais confio, fui à farmácia… E não é que vim parar aqui, mesmo ao lado, a Vila do Conde, Portugal?
Descobri que um dos melhores sabonetes do mundo fala Português, é cremoso, muito hidratante e deliciosamente perfumado: Ach Brito, claro! Mais de 120 anos de prestígio nacional!
Para o que pretendia, decidi escolher dentro da Linha Cuidados Essenciais e foi o aroma que me decidiu. Este sabonete de amêndoa tem um cheirinho que quase apetece comer! Lembra-me o Verão e os aromas do Algarve, nas férias da minha infância. É 100% vegetal, enriquecido com amêndoas doces, hidrata e limpa a pele, numa espuma rica e cremosa sem deixar aquela sensação de pele repuxada.

Toda esta linha tem embalagens incrivelmente belas em estilo vintage, o que também dificulta a escolha. Felizmente, o preço de cada sabonete, pouco mais de 1 € (!), permite optar por não escolher e comprar logo a colecção toda. 
Eu e a minha pele estamos a adorar!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Caril e limão – na salada

Quando há sabores que adoro, tento arranjar maneira de os incorporar até em pratos improváveis. Esta foi a salada de mais um dia de Verão, com caril e limão.

Ingredientes:
{1 lata de atum
{1 lata pequena de grão
{1 lata pequena de milho doce
{1 porção de massa (espirais) previamente cozida
{1 dente de alho
{1 tomate médio
{ Sal, azeite, sumo e raspa de limão, caril em pó e pimenta preta acabada de moer, qb

Preparação:

A massa coze previamente e usa-se já fria. O grão é salteado em lume forte, em azeite e alho picadinho, deixando-se arrefecer também. Numa taça grande junta-se tudo: massa, grão, milho, atum e o tomate cortado em pedaços. Tempera-se com sal, azeite e sumo de limão. Polvilha-se com um bocadinho de caril, pimenta e raspa de limão. Envolve-se tudo muito bem e serve-se, fresquinha e cheia de sabor!

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Entremeada de chocolate


Pois aconteceu-me uma coisa que me tira do sério e que já não me acontecia há muitos anos: um bolo saiu-me mal! Fico furiosa! Acho um desperdício de tempo, de ingredientes… (grrr canervos)
Pois o meu lindo bolo mármore (este mesmo) que sai sempre bem e fica extra-fofo, armou-se em vulcão, cresceu demasiado e escorreu para fora da forma. Pois foi um divertimento só: lavar forno, lavar forma por dentro E por fora… Enfim.
A parte central do bolo acabou por ficar com uma consistência normal, tirando o aspecto achatado, portanto decidi que tinha de o salvar. Como? Entremeada de chocolate!

Ingredientes (para 6 taças):
1 porção de bolo enfezado (ou de um bolo normal qualquer)
Licor a gosto
Café qb
1 pacote de mousse de chocolate instantânea
Leite (para a mousse)

Preparação
No fundo de taças ou copos de servir, dispor pedaços do bolo.
Regar com um pouco de café, só para humedecer o dito.
Deitar umas gotas de um licor de que se goste.
Fazer a mousse e cobrir o bolo com ela.
Levar ao frio.

Notas finais

E não é que fica uma sobremesa ultra-simples e deliciosa? Também na cozinha tudo se transforma! 

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Noite Branca 2013 - Guimarães

Este fim-de-semana foi quente, branco e animado. Para fugir aos 40º C que se sentiram por cá, fomos para a rua: Noite Branca 2013, em Guimarães.
Tudo o que se passe nesta cidade tem sempre um encanto especial para mim, porque sou apaixonada por ela há uns anos, mas esta noite foi quase mágica.
Multidões vestidas de branco a dançar pelas ruas: novos, velhos e assim-assim, até às tantas da madrugada, numa noite quente, muito quente. Pelas duas da manhã, nem o termómetro tinha descido dos 27 graus, nem a animação dava sinais de esmorecer. Muita música, muitas figuras brancas e fantasmagóricas, a surpreender-nos por todo o lado e aquela simpatia e alegria que são tão típicas destas gentes Minhotas.

O calor faz maravilhas, há muito tempo que não via tantos sorrisos à minha volta!

Uma espreitadela?

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Fora de casa - Salamanca

Esta viagem, feita já em 2005, foi recheada de felizes coincidências. Planeámos tudo muito bem, em termos de visitas obrigatórias, de tempo para conhecer cada local, da oferta de hotéis e pensões, and so on. Decidimos escolher o alojamento só quando chegássemos e assim foi: logo nos dois primeiros hotéis não havia vagas. Estranhámos. Ao terceiro, o senhor justificava-se: “Estamos en ferias, son las ferias”. Perante o nosso espanto, lá nos explicou: celebrava-se o 250º aniversário da Plaza Mayor e toda a cidade estava em festa!

Havia barraquinhas de comes e bebes por todo o centro histórico e a Sidra caía fresca nos copos, deitada de muito alto, num movimento quase circense. Era fiesta até tarde, todas as noites, com música, espectáculos e gente, muita gente pelas ruas, num Setembro quente que guardo tão bem na memória. 
Visitámos e adorámos o Museo Art Nouveau y Art Déco, o refrescante Huerto de Calixto e Melibea, um jardim com origem numa história romântica, a fazer lembrar Romeu e Julieta. E encontrámos, depois de uma observação, atenta e demorada, da fachada da Catedral, os famosos “astronauta” e “diabo a comer um gelado” – incontornáveis e estranhas figuras, incorporadas durante uma recente restauração da mesma.
A não perder, de petiscos: o delicioso Hornazo, uma espécie de bola / empanada de carne, fácil de encontrar pelas padarias da cidade e a bela Sidra que muito nos refrescou pelas noites e fins de tarde.
É uma cidade universitária, e isso sente-se na sua alegria e juventude, mas também carregada de história e com uma luz irrepetível, graças à rocha que constitui a maioria das construções (pedra de Villamayor) que faz com que Salamanca seja também conhecida como a cidade dourada. 

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Receita de creme de cenoura e couve-flor (fumado)

Raramente faço sopa no Verão, mas este ano isso mudou! Precisamos deste condensado de vitaminas todo o ano e a cenoura ajuda ao bronzeado, portanto, a sopa veio para ficar.

Ingredientes (para 6 pratos)
{ 1 couve flor
{ 5 cenouras
{ 1 cebola pequena
{ 1 dente de alho
{ água, sal e um fio de azeite
{ bacon fumado, para dar sabor


Preparação
Um truque que faz mesmo diferença e que descobri recentemente, é cozer os legumes com um pedaço de bacon fumado. O gostinho permanece e refira-se o dito cujo antes de triturar tudo.
Cozer em água temperada com sal todos os legumes, previamente lavados e partidos.
Triturar, rectificar o sal e, antes de servir, envolver um fio de azeite neste creme delicioso.

É tão simples como saborosa. O Homem da Casa ficou fã destes cremes “fumados”!

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Nozes nº 11


Eu: Está boa a sopa, não está?
Ele: Hmm, hmm. (E acena que sim, com a cabeça)
Eu: Sabes porque é que tem este gostinho a fumado? Cozi os legumes com um naco de bacon e depois tirei-o, antes de triturar.
(Passam uns 3 minutos e acaba de comer a sopa)
Ele: Acho que vou tirar mais um bocadinho, está mesmo boa! Como é que fizeste para ter este saborzinho?
Eu: …