> CASAPONTOCOME: Aventuras... O trio burundanga

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Aventuras... O trio burundanga



Ontem abri um mail, daqueles que são autênticas correntes. Depois de me rir um bocado, pus-me a pensar por que raio ainda há gente que acredita que estas coisas possam ter o mínimo fundo de verdade… Transcrevi a totalidade do texto, que está a negrito e a verde, tal e qual como o recebi, para analisarmos todos juntos:

Atenção a este novo PERIGO DE MORTE-divulguem!!! já chegou a Lisboa!!!
(Epá até estas tretas chegam a Lisboa primeiro!)
Atenção é mesmo importante. Pode ser mortal. (Ok, ok, pronto. Já captaram a minha atenção… vamos lá ver que tipo de balela vem aí desta vez…)
É muito conveniente estar atento... (Sim, principalmente a estupidezes via mail…)
O último sábado procurava um telefone público (Ora um português sem telemóvel, hein?? É aldrabice na certa!) e encontrei um apenas (Claro, já não usamos disso) em frente ao estacionamento de Soriana (Praça de Espanha, em Lisboa). (Esta parte de “Lisboa” parece que já foi acrescentada. Pesquisando pelo nome do estacionamento no Google, pelos vistos a versão original desta patranha era de Curitiba, uma cidade brasileira, mas adaptando para os leitores/crentes em Portugal, passou a ser em Lisboa. Até gostava de saber se lá existe algum estacionamento com este nome tão… lusitano.)
Estacionei a alguns metros mais atrás e desci do carro. Entretanto chegou um homem sem uma perna e com muletas. (O perneta das muletas entra em cena…)

Perguntou-me se podia ajudá-lo a marcar um número, (Então era sem uma perna ou sem dedos?? Não podia marcar um número? Começa o cheiro a esturro…) e deu-me o cartão de crédito para a chamada (Um pedinte como deve ser, com cartão de crédito e tudo! Se me aparecesse, acho que começava a desconfiar…) e um papel onde estava anotado o telefone.
Com muito prazer para ajudar,
(Claro) peguei no papel e comecei a marcar o número. Então em poucos segundos comecei a sentir que desmaiava. Acontecia algo de anormal, corri para o carro e fechei-me (Estranho, sente-se mal e tranca-se no carro em vez de pedir ajuda ao Sr. Muleta?) enjoado. Tonto, tentei ligar o carro e afastei-me um pouco, estacionando aí... (Ok, de repente deu-lhe para a perspicácia? Até aqui tudo lhe pareceu normal e até estava “com prazer para ajudar”, mas sente uma tontura e de repente o culpado é o pedinte-muleta…) Depois, não me lembro de mais nada.
Mais tarde despertei enjoado, a cabeça estourava-me... consegui chegar até minha casa, (Porque não foi logo para o hospital?) seguindo de imediato para o hospital.
Após os exames ao sangue, confirmou-se o que já suspeitava. (Ai ele já suspeitava! De quê? Vejamos…)
Era a droga que está de moda: a "Burundanga" ou "Escopolamina". (Está “de” moda onde, em África??)
"Tiveste sorte, disse-me o médico". Não foi uma entoxicação,
(Isto parece grave: as ENtoxicações já devem ser más, mas o que vem aí é bem pior…)
mas apenas a reacção à droga... Não quero imaginar o teria acontecido se os teus dedos tivessem absorvido toda a droga ou ficasses lá mais 30 segundos...! (30 segundos! O surpreendente rigor de conhecimento do bom doutor!) Com uma dose mais forte, uma pessoa pode ficar até 8 dias desligada deste mundo.

Nunca tinha pensado que aquilo se podia passar comigo! E foi tudo tão rápido... Escrevo não para os assustar, (Foi para nos divertir?) mas para os alertar. (Aaah) Não se deixem surpreender! Oxalá não aconteça nada com você!
O Médico do hospital (Dr. Raul Quesada) (Basta pesquisar pelo nome deste “doutor”, para verificar que esta história já circula por mail pelo menos desde 2009, só vão variando as cidades. Afinal o perneta mexe-se bem!)  comentou que eram já vários os casos como este e falou dos mortos encontrados sem órgãos. Encontraram-se restos dessa droga nos dedos dos mortos. Estão a traficar os órgãos!!!!!!!! (E devem começar pelo cérebro de muitos… eu posso dar exemplos de possíveis vítimas…)
Tenham cuidado e enviem a todos os familiares, amigos, vizinhos....
Podem salvar uma vida! (Ou provocar umas gargalhadas!)
A "Escolopamina ou Burundanga", usada também em medicina, provém da América do Sul e é a droga mais usada pelos criminosos (De acordo com os dados do INEC, deve ser… instituto nacional de estatística dos criminosos…) (geralmente em número de 3) (Hã? Juntam-se num trio para atacar? Então onde estavam os amigos do perneta??) que escolhem as suas vítimas. Actua em 2 minutos, faz parar a actividade do cérebro e com ela os criminosos roubam à vontade as vítimas, fazendo-lhes o mal que pretendem: Roubos, Abusos, etc. E DEPOIS, NÃO se LEMBRARÃO de NADA!!! Em doses maiores pode fazer a vítima entrar em coma e até levar à morte. Pode ser apresentada em rebuçados, doces, papel, num livro que se abre... (Há por aí muita gente que não abre um livro há anos, deve ser com medo disto!) um pano, que uma vez aberto, deixa escapar a droga em forma de gás..... (Sim, o incrível “pano-estanque”, que consegue conservar gases no interior…)


Cuidado com pessoas que vêm falar connosco, como se nos conhecessem... especialmente nas estações... Não deixe entrar estranhos em casa !!!
Reenvie este alerta a toda a gente dos seus contactos. (É já a seguir)

Ana Paula Fradinho

Instituto da Droga e da Toxicodependência (O remate final para tentar dar credibilidade.)


E já agora, ele referiu por acaso que o perneta estava de luvas? Não. Então o primeiro afectado pela suposta droga deveria ter sido ele... Se calhar foi assim que lhe caiu a perna! Ou então foi traficada!

Haja alegria!!!

6 comentários:

  1. Tu és demais, parti-me a rir com o mail, mas os teus comentários são do melhor!
    Só eu é que não recebo mails desses, tão divertidos!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Mas fico preocupada, porque a maioria das pessoas aparentemente acredita que isto são histórias reais! Este pereceu-me hilariante logo desde início, por isso não consegui resistir a brincar com ele... Beijinhos!

      Eliminar
  2. Maria João Martinez25 de junho de 2012 às 00:53

    Divertido mail e melhores comentários. Realmente ainda existem pessoas a acreditar nestas patetices. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que vou passar a fazer colecção destes mails fantásticos, para quando me quiser rir! Beijinhos

      Eliminar
  3. Recebi um email com a mesma história (sim, "a coisa" ainda mexe em 2014) e resolvi investigar. Encontrei o seu blog e escrevo-lhe para agradecer os muitos sorrisos que dei a ler. Se o original já é muito bom, a edição que fez torna-o hilariante. Mais uma vez, obrigado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Luís Santos! Provocar boa disposição aos outros é das coisas que mais gosto de fazer, portanto fico feliz por ter conseguido. :)

      Eliminar

Procurar, aqui na casa