> CASAPONTOCOME: Pão e circo

terça-feira, 17 de abril de 2012

Pão e circo


Ultimamente, de cada vez que ligo a televisão, (o que, convenhamos, tem acontecido cada vez menos) parece-me que está sempre a dar futebol. Quando não é um jogo, é a apresentação de um jogo que vai dar, ou os comentários sobre um jogo que já deu ou até notícias sobre um ou vários jogos.

A minha relação com o futebol é assim, como dizer?... inexistente. Sou orgulhosamente ignorante no que toca a esta matéria. Muitas das pessoas que me perguntam de que clube sou, olham para mim como se as minhas antenas verdes se tornassem subitamente evidentes, quando respondo que “não tenho”. Há pessoas que devem acreditar até hoje, que evitei revelar a minha preferência clubística para não ferir susceptibilidades ou para a manter em segredo. Não, não tenho mesmo. Perguntarem-me qual o meu clube é o mesmo que perguntar a vegetariano se prefere os bifes mal passados, bem passados ou assim-assim…

Para mim “derby” é um chocolate que havia antigamente, “jornada” corresponde a um dia de trabalho, “liga” é uma espécie de elástico enfeitado que se usava nas pernas, e por aí fora. Lembro-me que quando era pequena, imaginava como seria maravilhoso ver um “pontapé de bicicleta” em pleno jogo… mas nem na infância perdi muito tempo a imaginar pormenores práticos como: de quem seria a bicicleta, se cada jogador teria a sua, etc.

Portanto, para uma “fã” como eu, há futebol a mais. Acho incrível que certas notícias importantes tenham direito a 5 minutos de destaque no telejornal e depois haja uma meia-hora toda dedicada ao futebol.

E os programas especificamente criados para comentar futebol? Adoro perder uns minutinhos a apreciar: os próprios comentadores fazem-me lembrar um estranho cruzamento entre modelos e cantores-pimba… é ver o azeite a escorrer… Falam como se estivessem a debater assuntos de estado, essenciais ao progresso da nação. Usam adjectivos caros, habitualmente introduzidos fora de contexto, frases complexas e intrincadas para dizer coisas básicas, diz-se “esférico” em vez de “bola”, e isto deve resumir tudo.

Enfim! “Pão e circo”, é o que me faz lembrar…

6 comentários:

  1. Olá! Rapariga, tu és demais, o que me ri com este post!
    Eu sou como tu, não percebo nadinha de nada de futebol, e por muito que o marido me explique, fico a entender o mesmo!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :D É com orgulho que assumo a minha ignorância futebolística! Já tive algumas almas caridosas a tentar explicar-me coisas de futebol, mas felizmente não memorizo... devo ter um cérebro anti-futebol!
      Beijinhos!

      Eliminar
  2. Lembro-me perfeitamente da sua cara quando soube que no futebol tambem existia uma pequena área x)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Siiiim, ria-se! Se já havia uma grande área, para que raio tem de haver uma pequena?? É mais acolhedora?...
      XD

      Beijinhos, Miguel

      Eliminar
  3. A minha parte preferida foi a das #antenas verdes#!! :)
    Como eu te compreendo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é só neste assunto que me sinto um bocado extra-terrestre... Tenho de andar com as antenas escondidas! :)
      Beijinhos

      Eliminar

Procurar, aqui na casa