> CASAPONTOCOME: Banho turco

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Banho turco



Há mais de um ano que decidi enfrentar o facto de que não há milagres no que toca à manutenção da silhueta pós-trinta e inscrevi-me num ginásio. Nem vale a pena listar os benefícios a nível de corpo e mente que essa decisão me trouxe, mas é essa lista que me leva até lá, mesmo naqueles dias em que não apetece tanto.

Ora quem me conhece, sabe da minha predilecção pela actividade física, logo, não ficará surpreendido se eu disser que uma das valências que mais me agrada no ginásio é o banho turco. Assim, no final de cada sessão, faça as aulas que fizer, acabo sempre a visita mergulhada naquela névoa densa, de vapor e eucalipto. O meu espírito, pulmões, pele e cabelo agradecem e retribuem.

Estranhamente, por raras vezes, já vi pessoas que levam uma toalha para o banho turco e outras uma garrafa de água.  Ora isto cheira a contradição por todo o lado. Quem é que vai para o banho turco a querer ficar seco? Ou será que aproveitam para lavar assim as toalhas? É que elas ficam lá, dispostas ao lado do dono, a mirrar e a encharcar, sem qualquer utilidade aparente. No fim estão boas para torcer…
E será que alguém pensa que pode desidratar lá dentro?? Ou levam a água para o caso de lhes apetecer um cházinho? É que naquele calor, a água deve aquecer a grande velocidade e, agora que penso nisso, nunca vi nenhum destes indivíduos de facto a beber a água enquanto lá estão. Estranho.
Portanto, quando vejo estas coisas, resta-me suspirar e inspirar um pouco mais de eucalipto… é o melhor.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Procurar, aqui na casa